quarta-feira, 15 de maio de 2013

Aproveitando a fruta do coqueiro!







A fruta Coco, fruto do coqueiro, originário da Índia Ocidental, é grande, com uma camada externa grossa e fibrosa, tendo no meio uma "noz" que constitui o Coco propriamente dito.
Essa "noz" tem forma ovalada, com uma das pontas mais dura e pontiaguda, na qual existem três "olhos". A casca marrom e dura cobre uma camada interna, branca e macia, com cerca de 2 cm de espessura, chamada polpa. Dentro desta última camada há um líquido esbranquiçado, conhecido como a água de Coco.



Do Coco, tudo se aproveita. A camada externa serve para fabricar capachos, brochas, escovas e tecidos grossos para sacos. Da casca dura da noz, fazem-se objetos caseiros. A parte comestível do fruto são a polpa branca e a água, que podem ser consumidas quando o fruto ainda está verde ou depois de maduro. Quando verde, a polpa é consumida com colher e a água bebida como refresco, pelo seu sabor adocicado e agradável.
Da polpa madura, extraí-se óleo e leite de Coco. A gordura é usada na alimentação e no fabrico de sabão, comésticos, detergentes e margarina.
leite de Coco, puro ou com água, usado para preparar pratos doces e salgados, é extraído da polpa fresca ralada e prensada.. Também a seiva do coqueiro é usada como bebida refrescante.







O valor nutritivo do Coco varia de acordo com o seu estado de maturação. À medida que a polpa amadurece, aumenta seu teor de gorduras. Também contém sais minerais, como potássio e fósforo e proteínas importantes para o funcionamento do organismo.
água de Coco contém sais minerais (sódio, potássio e cloro) e um tipo de açúcar muito fácil de digerir, a glicose. A gordura do Coco tem características bem diferentes das demais gorduras e óleos vegetais, parecendo-se mais com as gorduras animais (toicinho e banha). É digerida com facilidade e tem sabor mais agradável que as outras gorduras vegetais. O leite de Coco é rico em gordura e sais minerais, contendo também pequena porcentagem de proteínas.
Quando fechado, o Coco fresco conserva-se por 2 meses. Depois de aberto, deve ser usado no mesmo dia ou guardado em recipiente tampado, com água, por não mais do que 5 dias.
O Coco ralado pode ser conservado por 2 dias, em saco plástico fechado. O seco, com ou sem açúcar, permanece por muito tempo sem se alterar.
O leite de Coco se conserva bem, não precisando ficar na geladeira. Porém, depois que a garrafa for aberta, deve ser consumido rapidamente, pois fica rançoso com facilidade. A gordura de Coco pode ser guardada dentro ou fora da geladeira.

A fruta Coco é encontrada nas mais diversas formas e em cada uma delas devem ser observados aspectos diferentes:


Coco Verde
Fácil de encontrar nas praias do Nordeste. A polpa deve ser tenra com a consistência de um creme.
Coco Maduro
Encontrado em feiras e supermercados, deve ser escolhido em função do seu peso e da quantidade de água que tem. Para saber se está em boas condições, é suficiente bater com uma moeda na casca: se ele estiver fresco, o som é estridente; se o som for oco, indica que a fruta está estragada.
Coco ralada fresco
Deve ser consumido no mesmo dia da compra ou conservado na geladeira por apenas um dia.



Coco desidratado puro
é encontrado em pacotes de vários tamanhos. Conserva o sabor por bastante tempo e volta à forma natural desde que seja acrescido de água por alguns minutos.

Coco desidratado com adições
Parece uma farinha, de cor levemente amarelada. Já vem com açúcar.
Leite de Coco
Pode ser encontrado em vidros de diversos tamanhos. A qualidade depende do tempo de fabricação e, quanto mais recente, melhor o estado do produto.
CURIOSIDADES
Para alguns estudiosos, os coqueiros começaram a nascer nas costas americanas porque as sementes foram trazidas por correntes marítimas.
A palavra Coco também designa uma música do folclore nordestino que é acompanhada de viola.
O uso do leite de Coco nos alimentos é uma herança cultural deixada pelos escravos que vinham de Moçambique.
No Timor, a água de Coco é um líquido sagrado usado para abençoar os plantios de milho.
Fonte: tvtem. globo.com
Coco

COCO Coco nucifera

Partes usadas:
Frutos.
Família
Arecaceae
Características
Palmeira tropical perene originária, provavelmente, do sudeste asiático encontrando-se distribuída mundialmente em mais de 90 países na região intertropical que pode crescer até 30 m de altura. Seu fruto é uma noz grande com uma semente recoberta por uma casca dura.
No interior da casca, encontra-se a amêndoa, que é a parte comestível, com cerca de 1cm de espessura e a cavidade cheia de líquido
Dica de Cultivo
Prefere climas quentes com temperaturas variáveis, solo alcalino, úmido, fértil, profundo e bem drenado.
Outros Nomes
Também conhecida como Coco-da-baía, coqueiro.
Princípio ativo
Proteínas, gorduras, ferro, vitaminas A, B e C. A água, rica em sais minerais e potássio.
Propriedades
É antiinflamatório, béquico, vermífugo, aperiente, mineralizante, calmante, nutriente e diurética.
Indicações
É usada para combater enjôo e vômitos na gravidez, combate irritações gastrointestinais e prisão de ventre. Combate afecções respiratórias, do trato urinário, a desnutrição e a verminose. Estimula a tireóide e acelera o metabolismo. Fortalece músculos e gengivas.
Fonte: www.cantoverde.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário