domingo, 16 de junho de 2013

Crescimento e produção de coqueiro Anão verde fertigado com nitrogênio e potássio


FERREIRA NETO, MiguelHOLANDA, José S. deDIAS, Nildo da S.GHEYI, Hans R.FOLEGATTI, Marcos V.
Data: 2011
Imprenta: Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.15, n.7, p.657-664, 2011

Resumo:


 
Tal como ocorre em outras culturas, no cultivo de coco irrigado a utilização da técnica da fertigação também tende a aumentar. Objetivou-se com este trabalho estudar os efeitos de doses de N e K2O via fertigação no desenvolvimento vegetativo e na produção do coqueiro Anão verde. O ensaio foi conduzido no período de abril de 2002 a março de 2004, em campo experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte - EMPARN, em Parnamirim, RN. O delineamento estatístico adotado foi em blocos inteiramente casualizados, com 4 repetições utilizando-se, para composição dos tratamentos, a matriz experimental Plan Puebla III, compostos da combinação de dois fatores: doses de nitrogênio e de potássio aplicados nas formas de uréia e cloreto de potássio, respectivamente, obtendo-se 10 tratamentos, definindo-se o intervalo para as doses de N (256 a 4874 g planta-1 ano-1) e K2O (258 a 4872 g planta-1 ano-1) aplicados via fertigação. O número de folhas, diâmetro de copa, altura e circunferência do estipe, foram favorecidos pela aplicação de N e K2O, em que as doses 2910 g planta-1 ano-1 de K2O e 2353 g planta-1 ano-1 de N, representaram maiores produções no 6º ano de cultivo e no 7º ano as doses de 1540 g planta-1 ano-1 de 2O e 1539 g planta-1 ano-1 de N, representaram maiores produções.



Nenhum comentário:

Postar um comentário