domingo, 7 de julho de 2013

Coqueiro anão se adapta bem ao cultivo nas diversas regiões do Brasil

Coqueiro anão se adapta bem ao cultivo nas diversas regiões do Brasil
Com ajuda da irrigação, a cultura deixou de ser feita apenas em regiões litorâneas
O consumo de coco, principalmente na forma in natura, vem aumentando em todo o mundo.
cultivo de coqueiro vem se tornando cada vez mais atrativo, por sua elevada produtividade e percentual de retorno financeiro. É uma cultura de clima tipicamente tropical, sendo as condições ideais para seu desenvolvimento a temperatura média entre 18°C e 34ºC e a umidade relativa média entre 65% e 85%.
O coqueiro é bastante exigente no que diz respeito à água. Uma planta adulta exige, em média, uma lâmina de 1.800 mm de água por ano, o que corresponde a 150 mm por mês. No Brasil, a má distribuição das chuvas compõe um dos principais fatores limitantes da produção do coco anão. Nesse sentido, a irrigação é uma técnica que vem sendo cada vez mais utilizada, tanto na implantação de novos coqueirais como em coqueirais de sequeiro.
irrigação, quando bem conduzida e associada de forma eficiente a outros fatores de produção, como adubação, controle de pragas e doenças, controle de plantas invasoras, desbaste de cachos, entre outros, tem importância fundamental sobre a cultura, cujos benefícios principais são os seguintes:
- permite obter precocidade da produção (coqueiros irrigados iniciam floração dentro de um ano e oito meses);
O coqueiro é bastante exigente no que diz respeito à água. A irrigação, quando bem conduzida e associada de forma eficiente a outros fatores de produção, tem importância fundamental sobre a cultura.

- possibilita obter produtos de melhor qualidade, pois, havendo uma irrigação adequada, a planta não sofrerá deficiências hídricas, como acontece nos coqueirais de sequeiro;
- resulta em um aumento de produtividade, ou seja, os coqueirais bem conduzidos permitem alcançar, com certa facilidade, a média de 180 a 200 frutos de excelente qualidade, por planta/ano; e
- permite obter maior lucratividade, pelo aumento da produção e pela qualidade dos frutos colhidos.
O coqueiro pode ser irrigado por meio de vários sistemas. Os sistemas de irrigação convencional móvel e de irrigação localizada, como microaspersores ou gotejamento, são os mais recomendados.
Com o objetivo de disponibilizar conhecimentos sobre o uso da irrigação na cultura do coqueiro anão aos produtores rurais, profissionais e estudantes da área agrária, o CPT - Centro de Produções Técnicas, elaborou o curso Irrigação do Coqueiro Anão, no qual você recebe informações do professor Dr. Luiz Angelo Mirisola Filho, especialista em cultura do coqueiro, mestre pela Universidade Estadual do Norte Fluminense e doutor pela Universidade Federal de Viçosa.
Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada à ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.
O cultivo do coqueiro é, atualmente, considerado uma das atividades agrícolas de maior retorno financeiro. Isso porque o consumo de coco, principalmente na forma in natura, vem aumentando cada vez mais em todo o mundo. No Brasil, há alguns anos, os cultivos de coqueiro anão deixaram de ser feitos apenas nas regiões litorâneas para expandir-se também para regiões que antes não eram consideradas propícias para a implantação dessa cultura.


Leia mais: http://www.cpt.com.br/cursos-cultivodecoco-agricultura/artigos/coqueiro-anao-se-adapta-bem-ao-cultivo-nas-diversas-regioes-do-brasil#ixzz2XkzsGxAI

Nenhum comentário:

Postar um comentário