quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Características Botânicas das folhas de coqueiro anão


A coroa de um coqueiro adulto crescendo em condições favoráveis tem a forma esférica. As folhas estão inseridas em ângulos diferentes, partindo para todos os lados.
As folhas são do tipo penada, sendo constituídas pelo pecíolo que se continua pelas ráquis, onde se prendem os folíolos. Uma folha madura possui cerca 200 a 250 folíolos. E seis metros de comprimento para o coqueiro gigante, já o anão possui folhas muito mais curtas com três a quatro metros. O comprimento dos folíolos é aproximadamente um quarto do comprimento da folha.
O número de folhas vivas é de 30 a 40 para o coqueiro gigante, dependendo das condições de crescimento. São emitidas de 12 a 16 folhas anualmente, com duração de 4 anos na planta. As condições de crescimento têm forte influência no número de folhas emitidas e a vida útil da folha. O coqueiro anão possui somente 25 a 28 folhas abertas na coroa, e são produzidas 18 folhas novas anualmente quando em condições ideais.
As lâminas foliares são cobertas por cutículas espessas.
A epiderme inferior é mais fina que a superior. Os estômatos estão localizados na epiderme inferior, m sendo responsáveis pelas trocas localizados na epiderme inferior, sendo responsáveis pelas trocas gasosas da planta com ambiente. As variedades anãs possuem mais estômatos por unidade de área de superfície foliar que as variedades gigantes. Os estômatos ficam abertos nas horas de maior intensidade luminosa, fechando-se ao entardecer, permanecendo fechados à noite. Nos dias nublados, os estômatos dos coqueiros mostram-se mais fechados que nos dias ensolarados, daí ser o coqueiro uma planta altamente exigente em luz.
Fonte:Cultivo de Coco Anão –Luiz Ângelo Mirisola Filho –Editora Aprenda Fácil

Nenhum comentário:

Postar um comentário