sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Coqueiro Anão – Sistema tradicional de produção de mudas.


No sistema tradicional, as mudas passam por duas fases germinadouro e viveiro. No germinadouro, seleciona-se material antes de ser transferido para o viveiro. Baseia-se principalmente no critério da velocidade de germinação do material, eliminando-se plantas raquíticas e mal formadas. O viveiro constitui a fase posterior, na qual as plantas são selecionado de acordo com seu vigor e estado fitossanitário.
Germinadouro


A colocação das sementes no germinadouro, antes de plantá-las no viveiro, tem várias vantagens. No germinadouro as sementes podem ser plantadas mais próximas umas das outra densidade 10 vezes maior que no viveiro. Como resultado os custos de irrigação, o controle de plantas invasoras e as pulverizações serão mais baixos que no viveiro. A seleção de mudas com base na germinação precoce pode ser feita no germinadouro, reduzindo consideravelmente o número de castanhas a serem plantadas ao viveiro.
O germinador e os viveiros têm o mesmo requerimento de disponibilidade de água e tipo de solo, ficando os dois o mais próximo possível um do outro. De fato, eles deveriam ser combinados em um único local se possível. Isso facilitaria o transplantio das germinadas do germinadouro para o viveiro, reduzindo o risco de ressecamento da semente durante o transporte do germinadouro ao viveiro.
O solo de germinadouro deve ser friável e bem drenado, preferencialmente arenoso, para facilitar o plantio das sementes e o transplantio das mudas. Solos arenosos reduzem os perigos de ataque de térmitas.
O germinadouro não deve se muito largo, permitindo fácil acesso para a irrrigação e retirada das mudas para o transplantio no viveiro. Deve ser considerado o máximo de 10 ruas. As sementes são colocadas lado a lado na profundidade de 15 cm, de maneira que um terço da semente fique descoberta. O espaço deixado entre os canteiros deve ser largo o suficiente para permitir a irrigação e o acesso as sementes normalmente esse espaço é de 50 a 60cm de largura. A melhor posição da semente é a posição horizontal, que é a posição natural de queda do fruto. Em alguns países, há preferência do plantio da semente na posição vertical, permitindo constitui uma vantagem para o transplantio. Mas, se a semente não estiver propriamente preenchida com água, o haustório pode perder seu contato com a água-de-coco, dificultando a germinação e brotação da semente, causando sua falha. Quando também adiarão sua penetração no solo fertilizado, resultando em desenvolvimento mais lento da muda.
Fonte:Cultivo do coco anão- luiz Ângelo Mirisola filho –Aprenda Fácil


Nenhum comentário:

Postar um comentário