quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Nutrição e Adubação do Coqueiro.


Solos
O coqueiro é uma planta que se desenvolve em solos com as mais distintas características, de solos arenosos a argilosos.
Contudo, ele não cresce em todos eles, com a mesma taxa de sucesso. Algumas das características que afetam o desenvolvimento e a produção do coqueiro serão discutidas adiante. É importante lembrar que características individuais interagem entre si e elas devem sempre ser vistas em uma combinação.
Aeração
Uma boa aeração é muito importante para o desenvolvimento do sistema radicular da maioria das culturas, e particularmente para o coqueiro. Através da aeração, o conteúdo de oxigênio do solo é regulado, impedindo a concentração de dióxido de carbono ( CO²) e de subprodutos  da decomposição anaeróbia. Um conteúdo suficiente de oxigênio é essencial para a absorção de água e nutrientes e ,até mesmo, em concentração muito elevadas podem matar as raízes.


Textura
Além da importância na aeração do solo, a textura é de suma importância para o desenvolvimento do sistema radicular e consequentemente, ancoramento,e volume de solo disponível para o coqueiro.
Em geral, o sistema radicular do coqueiro crescendo leves, explora uma área maior do que em solos pesados.
Sobre solos leves ou extremamente friáveis, como os solos turfosos, o ancoramento da planta é insuficiente e o tombamento pode ocorrer na presença de ventos fortes. Solos compactos inibem o crescimento radicular em extensões maiores, podendo as raízes penetrar somente através de canais e rachaduras existentes, impedindo a completa utilização do volume total de solo disponível para a planta. Solos pesados podem rachar na estação seca, rompendo raízes em crescimento. Em susceptíveis à erosão do que solos leves e friáveis, pela sua maior impermeabilidade, causando escorrimento superficial.
Solos pedregosos têm uma reduzida quantidade de solo efetivo por unidade de volume, assim baixa disponibilidade de água e nutrientes em relação aos solos similares, sem presença de pedras. Camadas compactas impedem a penetração das raízes e podem seriamente restringir o volume de solo explorado. Elas também impedem o movimento livre da água através do solo, causando encharcamento na estação chuvosa e ressecamento na estação seca.


Fonte: Cultivo de coco anão –Luiz Ângelo Mirisola filho.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário